sábado, 10 de março de 2018

Revista Eletônica da FAAPP 2018 - Atualizada em 07/05/2018

Revista eletrônica 5 - Atualiazada em 07-04-2018
https://issuu.com/jotacecardoso/docs/faapp_2018_-_revista_eletr_nica__06_fe131071153f2c

https://issuu.com/jotacecardoso/docs/faapp_2018_-_revista_eletr_nica__06_fe131071153f2c

https://issuu.com/jotacecardoso/docs/faapp_2018_-_revista_eletr_nica__06_fe131071153f2c


terça-feira, 26 de dezembro de 2017

Feliz 2018


O show para 2018 - Jotacê Cardoso homenageia e comemora 60 anos de Bossa Nova


Chega de Saudade é uma canção escrita por Vinicius de Moraes (letra) e por Antonio Carlos Jobim (música), em meados dos anos 50.

Composta em 1956 , foi gravada pela primeira vez em 10 de julho de 1958, na voz de Elizeth Cardoso, que a gravou com arranjos de Jobim, acompanhada também pelo violão de João Gilberto. Mais tarde, esta gravação antológica ficou reconhecida como o primeiro registro fonográfico da bossa nova.

A versão de Elizeth foi lançada em maio daquele mesmo ano no álbum-projeto Canção do Amor Demais pelo selo Festa (LDV 6002), no qual pela primeira vez se ouviu aquilo que receberia o nome de batida da bossa nova.

Alguns meses depois, a canção recebeu novas versões, primeiro pel'Os Cariocas, através de disco Columbia e também por João Gilberto, num 78 rotações lançado pela Odeon em julho que tinha, no lado B, a música Bim Bom, de autoria do cantor. Roberta Sá foi outra importante artista em fazer uma versão da canção.

Fonte: wikipédia https://pt.wikipedia.org/wiki/Chega_de_Saudade

Alguns encontros culturais no final de 2017 - Presidente Prudente - SP































quarta-feira, 23 de agosto de 2017

sexta-feira, 9 de junho de 2017

Filme "História & Estórias" (Vicentini Gomez) 100 anos de Prudente

Faço parte dessa equipe na elaboração da trilha sonora em parceria com Michel Vicentini. A avant premiere foi no dia 07 de Junho de 2017, no Teatro Paulo Roberto Lisboa, no Centro Cultural Matarazzo, Presidente Prudente - SP. (Jotacê Cardoso). Também fizemos uma cena no "bar Senadinho" com a Nelma Mélo cantando e Jotacê Cardoso acompanhando ao violão.















Arte & Cultura na região Oeste de SP